Dúvidas Frequentes

Dúvidas Frequentes

Sintetizamos as principais dúvidas de nossos clientes abaixo. Caso queira, você pode optar por entrar em contato conosco caso algo não tenha ficado claro.

♦ Bagagem de mão
Todos os passageiros podem levar gratuitamente uma bagagem de mão de até 5 kg. Dê preferência para mochilas ou malas pequenas, pois é preciso que possuam dimensões compatíveis com o porta-embrulhos do veículo. A bagagem transportada no interior do ônibus é de responsabilidade do cliente, por isso é importante manter-se atento e evitar transportar objetos de valor.

 

♦ Bagagem no bagageiro

O que levar na bagagem despachada?
Todo passageiro tem o direito a despachar gratuitamente no bagageiro do ônibus bagagens de até 30 kg. Esse peso pode ser dividido em até duas malas. No total, o volume da bagagem não pode ultrapassar 0,3 metros cúbicos e nenhum item pode ter dimensão superior a um metro.
É permitido levar diferentes objetos de USO PESSOAL, mas lembre-se de consultar com antecedência o que você pode levar na bagagem. São considerados como bagagem, por exemplo:
– Roupas e outros artigos de vestuário;
– Artigos de higiene, beleza ou maquiagem;
– Calçados;
– Livros, folhetos e periódicos;
– Ferramentas, máquinas, aparelhos e instrumentos necessários ao exercício de sua profissão, arte ou ofício, individualmente.
Itens permitidos
– Produtos perecíveis:
Atendendo a legislação do Ministério da Agricultura , Pecuária e Abastecimento – MPA, que regulamenta o CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO DE ANIMAIS, SEUS PRODUTOS E SUBPRODUTOS, é proibido o transporte intermunicipal ou interestadual de produtos e subprodutos de origem animal, sem a apresentação dos documentos zoossanitários emitidos pelos respectivos órgãos competentes de cada Estado da Federação. Os produtos acima classificados, transportados em desacordo com a legislação, está sujeito a apreensão nas barreiras de fiscalização zoossanitárias fiscais e volantes.
Atendidas as condições acima, é permitido o transporte de produtos perecíveis no bagageiro do ônibus, devendo os mesmos estarem devidamente acondicionados em embalagens TÉRMICAS PLÁSTICAS ou de ISOPOR, com capacidade máxima de 35 (trinta e cinco) litros e dimensões máximas de 47 (quarenta e sete) centímetros de comprimento, 32 (trinta e dois) centímetros de largura e 40 (quarenta) centímetros de altura. No caso de ISOPOR, além de estar lacrado, é necessário que não esteja danificado e que esteja devidamente embalado em sacos plásticos resistentes;
O passageiro, ao despachar produtos perecíveis, assume total e irrestrita responsabilidade pela sua conservação e por danos que venha a causar, não cabendo reclamações posteriores. É necessário assinar um termo de responsabilidade.

– TVs:
Aparelhos de TV podem ser transportados no bagageiro, desde que estejam embalados dentro de suas caixas de papelão devidamente protegidas com isopor e plástico bolhas. O tamanho da caixa não pode ultrapassar a um metro, o que corresponde a uma TV de aproximadamente 42 polegadas. Cada passageiro pode levar no máximo um aparelho de TV. Outros eletrodomésticos, eletroportáteis, eletroeletrônicos e equipamentos de som também podem ser transportados respeitando as mesmas regras de embalagens para o transporte de TVs.

O que não é permitido transportar no ônibus?
É proibido transportar armas brancas (facões, machados e foices), armas de fogo (revólveres e bombas), materiais explosivos, corrosivos, tóxicos e inflamáveis. Lembre-se de que há um limite de tamanho e dimensões das bagagens e os volumes que ultrapassam essas medidas não podem ser transportados.
A Guanabara também não transporta animais e itens frágeis, como vidros e louças, no bagageiro dos ônibus.

 

♦ Excesso de bagagens
As bagagens que ultrapassam 30 kg estão sujeitas a uma cobrança de até 0,5% do preço da passagem do serviço Convencional por quilo de excesso. No serviço Galaxy, a empresa reserva-se o direito de não realizar o transporte de bagagens com peso em excesso.

 

♦ Entrega de bagagens
Ao final da viagem, será formada uma fila para a entrega das bagagens. O motorista fará a entrega dos volumes seguindo a sequência numérica das etiquetas. Entregue a etiqueta da sua mala ao motorista e confira os números para se certificar de que a bagagem é realmente a sua.

 

♦ Bagagem danificada ou extraviada
Confira sua bagagem ao recebê-la, ainda no desembarque. Se você recebeu a bagagem danificada, compareça à agência da Guanabara com a etiqueta da bagagem e preencha um formulário para registrar a reclamação. A empresa irá dar um retorno. Caso não receba sua bagagem, o procedimento é o mesmo. Dirija-se à agência e preencha o formulário. A empresa fará o processo de busca da bagagem e manterá contato. Caso não seja encontrada, a empresa indenizará o cliente nas condições em que a legislação determina.

Ainda tem dúvidas sobre bagagem? Ligue para o SAC 0800 728 1992.

Conheça o nosso atendimento e saiba quais documentos você deve providenciar antes da viagem

A Guanabara cumpre as determinações do Estatuto da Criança e do Adolescente e dos órgãos reguladores.
São consideradas crianças aquelas com idade entre 0 e 12 anos incompletos e adolescentes aqueles com idade entre 12 e 18 anos incompletos.

Documento necessário para o embarque da criança:
Carteira de identidade ou certidão de nascimento, original ou em cópia autenticada.

Documentos válidos para o embarque do adulto ou adolescente:
I – Carteira de identidade (RG) emitida por órgãos de identificação dos Estados ou do Distrito Federal;
II – Carteira de identidade emitida por conselho ou federação de categoria profissional, com fotografia e fé pública em todo território nacional;
III – Cartão de identidade expedido por ministério ou órgão subordinado à Presidência da República, incluindo o Ministério da Defesa e os Comandos da Aeronáutica, da Marinha e do Exército;
IV – Registro de Identificação Civil – RIC, na forma do Decreto nº 7.166, de 5 de maio de 2010;
V – Carteira de Trabalho;
VI – Passaporte Brasileiro;
VII – Carteira Nacional de Habilitação – CNH com fotografia (ou CNH digital);
VIII – outro documento de identificação com fotografia e fé pública em todo território nacional.
Observação: Em linhas interestaduais, a certidão de nascimento não é aceita como documento para embarque de adolescentes e adultos (Conforme Resolução ANTT n°4.308/2014).

AUTORIZAÇÕES LEGAIS PARA O EMBARQUE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

CRIANÇA (de 0 a 12 anos incompletos):

• Viajando na companhia de pais, tios, avós ou irmãos maiores de 18 anos:
Não necessita de autorização judicial. Basta apresentar ao motorista a Certidão de Nascimento ou Identidade da criança e o documento de identificação do adulto que a acompanha para comprovar o parentesco, mantendo os documentos em seu poder durante a viagem.

• Viajando na companhia de pessoa maior ou parente por afinidade:
Não necessita de autorização judicial. A mãe, o pai ou o responsável legal da criança faz uma autorização por escrito, data e assina de forma idêntica à carteira de identidade e reconhece firma em cartório. Apresentar ao motorista a autorização escrita, a cópia da carteira de identidade de quem autoriza, o documento de quem a acompanha, a certidão de nascimento ou identidade da criança, mantendo os documentos em poder do acompanhante durante a viagem.

• Viajando desacompanhada:
Necessita de autorização judicial. Quem pode requerer: a mãe, o pai ou o responsável legal da criança. Documentos a serem apresentados no posto do juizado para requerer a autorização judicial:

Da criança: 
– Certidão de Nascimento ou Identidade (original e cópia)
– Duas fotos 3X4
Do requerente:
– Identidade (original e cópia)
– Comprovante de residência (original e cópia)
Observação: Se o (a) requerente é guardião (ã) ou tutor (a), trazer termo de guarda ou tutela e cópia. Documentos a serem apresentados ao motorista na hora do embarque: A autorização judicial, que deverá ser mantida com a criança durante a viagem.

ADOLESCENTE (de 12 a 16 anos incompletos):

• Viajando na companhia de pais, tios, avós ou irmãos maiores de 18 anos:
Não necessita de autorização judicial. Basta apresentar ao motorista a identidade do adolescente e a identidade do adulto que o acompanha para comprovar o parentesco, mantendo os documentos em seu poder durante a viagem.

• Viajando na companhia de pessoa maior ou parente por afinidade:
Não necessita de autorização judicial. A mãe, o pai ou o responsável legal do
adolescente faz uma autorização por escrito, data e assina de forma idêntica à
identidade e reconhece firma em cartório. Apresentar ao motorista a autorização escrita, a cópia da identidade de quem autoriza, o documento de quem acompanha e o documento do adolescente, mantendo os documentos em poder do acompanhante durante a viagem.

• Viajando desacompanhado:
Necessita de autorização judicial. Quem pode requerer: a mãe, o pai ou o responsável legal do adolescente. Documentos a serem apresentados no posto do juizado para requerer a autorização judicial:

Do adolescente: 
– Identidade (original e cópia)
– Duas fotos 3X4.
Do requerente: 
– Documento de identidade (original e cópia)
– Comprovante de residência (original e cópia)
Observação: Se o (a) requerente é guardião (ã) ou tutor (a), trazer termo de guarda ou tutela e cópia. Documentos a serem apresentados ao motorista na hora do embarque: autorização judicial, que deverá ser mantida com o adolescente durante a viagem.

A PARTIR DE 16 ANOS:
Não necessita de autorização judicial. O adolescente apresenta ao motorista o seu documento de identificação, mantendo o documento em seu poder durante a viagem.

A Guanabara transporta seu animal de estimação (cão e gato) para que você viaje com muito mais satisfação. Para mais conforto e segurança, serão transportados exclusivamente no interior do ônibus. Para isso, é preciso que algumas regras e recomendações sejam cumpridas. Confira a seguir:

– Podem viajar somente cães e gatos de pequeno porte com peso máximo de até oito quilos.

– Os animais devem ser transportados dentro de caixa de transporte própria para viagem. Essa caixa irá na poltrona ao lado do dono. Portanto, é preciso comprar uma passagem para o animal no valor integral. O bilhete somente poderá ser adquirido nas rodoviárias e agências credenciadas;

– Durante todo o percurso da viagem é necessário que o animal permaneça dentro da caixa. Esta, deverá ser forrada com tapete higiênico para absorver a urina e as fezes do animal.

– É permitido o embarque de, no máximo, dois animais (seja cão ou gato) por veículo, incluindo-se nessa contagem o cão-guia. Cada passageiro poderá embarcar somente com um animal.

– Os animais de estimação podem ser transportados somente nos serviços Convencional ou Executivo.

– É necessária a apresentação, no momento do embarque, de um atestado emitido por médico veterinário que comprove a sanidade do animal e que certifique que não há impedimento relacionado à saúde do mesmo para a realização da viagem. A validade do atestado será de dez dias após a sua emissão. Caso a viagem ultrapasse esse tempo, é preciso providenciar outro atestado no local de destino.

– É preciso apresentar carteira de vacinação de animais com mais de três meses de idade. A última vacina deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de um ano.

– Os animais não podem viajar com as patas atadas ou outro método que produza estresse ou sofrimento.

– Não será permitido o transporte do animal no bagageiro.

Cão-guia

O cão-guia é um animal adestrado para guiar pessoas com deficiência visual e, conforme a Lei nº 5.904/06, deve ser transportado gratuitamente junto a seu dono. É um animal especial e por isso configura-se uma exceção. Nesses casos, o bicho não precisa viajar sedado e nem precisa ser transportado em caixa específica. Porém, é preciso que seja feita a marcação da passagem com o setor comercial da Guanabara informando todos os dados da viagem e apresentando cópia da carteira ou plaqueta de identificação do cão-guia para comprovar o registro e necessidade especial.

Troca de passagens:

Para realizar alteração do horário da viagem ou data, basta comparecer a uma de nossas agências até três horas antes do horário da partida indicado no bilhete, respeitando o horário de funcionamento da agência.

Nos casos de mudança para categoria superior, o passageiro arcará com a diferença no valor. Lembrando, que não será possível trocar o itinerário.

As passagens adquiridas com tarifa promocional são validas somente para data e o horário escolhidos no ato da compra.

Cancelamento de passagens:

Você pode solicitar o cancelamento de sua passagem com até 3 (três) horas antes do horário previsto para a partida, respeitando o horário de funcionamento da agência. A empresa disporá de até 30 dias, a partir da data do pedido, para efetivar a devolução.

Além disso, poderá ser cobrada multa de 5% do valor da passagem a título de multa compensatória. Após o horário previsto acima, não será possível solicitar o cancelamento nem o reembolso.

Como cancelar

– Passagens não impressas compradas em www.viajeguanabara.com.br: Na opção “meu pedido” (preencha o campo do número do pedido e e-mail cadastrado), logo após solicite o cancelamento.

– Passagens impressas ou compradas em agências: O cancelamento deve ser feito, presencialmente, em um de nossos pontos de venda. É necessário apresentar o documento de identificação com foto e o bilhete com todas as vias. Lembramos que o processo deve ser solicitado pelo titular da passagem.

(Base legal – Resoluções 4.282, de 17 de fevereiro de 2014, e 4.432, de setembro de 2014, da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT)

GRATUIDADE AOS IDOSOS – VIAGENS INTERESTADUAIS

Idade: A partir de 60 Anos
Renda: Igual ou Inferior a 02 (dois) salários mínimos

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A CONCESSÃO DO BENEFICIO
1º) Documento de Identificação com Fé Pública
Um deles:
I – Carteira de Identidade (RG) emitida por órgãos de Identificação dos Estados ou do Distrito Federal;
II – Carteira de Identidade emitida por conselho ou federação de categoria profissional, com fotografia e fé pública em todo território nacional;
III – Cartão de Identidade expedido por ministério ou órgão subordinado à Presidência da República, incluindo o Ministério da Defesa e os Comandos da Aeronáutica, da Marinha e do Exército;
IV – Registro de Identificação Civil – RIC, na forma do Decreto nº 7.166, de 5 de maio de 2010;
V – Carteira de Trabalho;
VI – Passaporte Brasileiro;
VII – Carteira Nacional de Habilitação – CNH com fotografia (ou CNH digital);
VIII – outro documento de identificação com fotografia e fé pública em todo território nacional.
2º) Comprovante de Renda (Competência: 03 Meses)
Um deles:
 Carteira de Trabalho e Previdência Social com anotações atualizadas;
 Contracheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador;
 Carnê de contribuição para o Instituto Nacional de Seguro Social – INSS;
 Extrato de Pagamento de benefício ou declaração fornecida pelo INSS ou outro regime de previdência social público ou privado;
 Documento ou carteira emitida pelas Secretarias Estaduais ou Municipais de
Assistência Social ou congêneres.

SOMENTE EM SERVIÇO CONVENCIONAL
1. Duas vagas gratuitas (100% de desconto);
2. 50% de desconto para os idosos que excederem as vagas gratuitas.
Lei nº 10.741/2003 Decreto Nº 5.934-2006 / Resolução ANTT Nº 1.692-2006

SAC GUANABARA – 0800 728 1992
Serviço de Atendimento ao Consumidor e pessoas com deficiência auditiva ou da fala

0800 728 1992
0800 728 1992 para deficientes de fala e audiçãoOutros telefones: